A faca ideal para o churrasco perfeito

17.01.2019

Dicas preciosas para tornar aquele almoço em família ou entre amigos inesquecível e cheio de sabor

 

Se você já usou um instrumento errado para uma determinada atividade sabe o quanto isso pode ser frustrante. Não é diferente no mundo do churrasco, no qual os acessórios certos influenciam na agilidade, qualidade e até na apresentação da carne. As facas para churrasco estão no topo dos apetrechos imprescindíveis para quem gosta de causar uma boa impressão e não se contenta com pouco em se tratando do que sai da sua churrasqueira.

O chef churrasqueiro Diogo Dreyer, do Angus Young – Clube de Carnes, ajuda a destacar alguns pontos relacionados às facas que não devem sair do seu radar antes de incendiar o carvão. De quebra, ele dá dicas preciosas para caprichar no assado.

Mantenha a faca amolada

A faca é fundamental em um churrasco. Mesmo os mais experientes churrasqueiros de fim de semana já se pegaram procurando uma faca no fundo da gaveta e a acharam sem fio. Uma faca bem afiada, deixa o trabalho mais prazeroso e os cortes mais bonitos. “Com a minha profissão, me tornei o assador oficial da turma. É comum as pessoas não terem a faca certa ou que ela esteja sem fio”, diz Diogo. Deixe a faca afiada em local seguro e, de preferência, sem contato com outras facas.

 

Invista no apetrecho profissional

A dureza do metal da faca diz muito sobre sua qualidade. Facas muito baratas têm aço frágil. A dica é investir em uma faca grande, de boa qualidade, que poderá ser usada para diversas funções no churrasco. Dê preferência ao aço inox ou aço damasco. Teste a empunhadura que melhor lhe agradar e voalá, ela se transformará na sua “faca oficial”. “Particularmente, não gosto de facas muito leves. Um bom teste para escolher a faca ideal é tentar equilibrá-la no indicador, lâmina para um lado, cabo para o outro”, ensina o chef churrasqueiro. Outra boa razão para ter uma faca profissional é que ela mantém a afiação por mais tempo.

Para a desossa

Facas para desossa devem seguir o mesmo critério de qualidade, porém seu formato é diferente e seu tamanho, um pouco menor. Para trabalhar um t-Bone ou Contrafilé, a faca de desossa faz toda a diferença no momento de dar o contorno à carne.

 

Dê o seu melhor!

Como diz o especialista e “pai” do popular corte Fraldinha, Marcos Bassi, “não existe churrasco ruim, existe carne ruim”. Quando você estiver de posse de um bom jogo de facas bem afiadas, capriche na escolha dos cortes e na procedência da carne do churrasco.

A dica de ouro

Segundo o chef churrasqueiro Diogo Dreyer, uma das lições que podemos compartilhar de nossos hermanos argentinos e uruguaios é a temperatura da brasa. Para um bom churrasco, a pressa é inimiga da perfeição e pode até deixar a carne com gosto de fuligem. Após colocar fogo no carvão, espere pelo menos 40 minutos até o braseiro se formar. “Todo churrasco tem o seu tempo, não adianta ficar virando a carne de um lado para o outro. Quem está no controle dos espetos deve dominar o processo”, sugere o profissional.

 

Com essas dicas, agora você já pode ir mais confiante para a churrasqueira e compartilhar com sua família e amigos o prazeroso momento que é um bom churrasco.

 

Compartilhe:

Posts recentes

  • 23.10.2020
    Home Wedding: cerimônia intimista é opção para quem deseja casar na quarentena
    Conheça os detalhes dessa celebração aconchegante e super romântica  Com senso de fa...
    Leia Mais
  • 15.10.2020
    5 dicas para preparar o brunch perfeito 
    Evento é opção certa para quem busca uma reunião de amigos com clima intimista e requin...
    Leia Mais
  • 05.10.2020
    Primavera: a estação das mesas floridas chegou
    A época mais colorida do ano inspira composições surpreendentes  A chegada da primav...
    Leia Mais
  • 05.03.2020
    Aprenda uma cheese cake de doce de leite
    Receita do chef Robson Caffaro é fácil e deliciosa Utensílios modernos de cozinha vão ...
    Leia Mais